30.9.10

Vou contar-vos um segredo!

Avogi partilhou um segredo com as suas leitoras e fez-me lembrar o início da minha gravidez!
Infelizmente, eu enjoei e vomitei muito até aos quatro meses e meio. Qualquer cheiro me desagradava e até depois de ter bebido um copo de água vomitei!
Das situações mais engraçadas (mas na altura nem eu nem ele achamos piada) que me aconteceu foi... enjoar com o cheiro do meu marido! Acreditem! Muitas vezes, à hora do almoço ou do jantar ficava com vontade de chorar só de me lembrar que o pobre coitado estava para chegar a casa! Ele não tem culpa de ter um trabalho forçado e não vir a cheirar propriamente bem mas... eu chegava a recusar-me a dar-lhe um beijo ou a permitir que se aproximasse de mim enquanto não tomasse banho!
Ainda bem que esta situação foi temporária!
Tenho um marido fantástico e com muita paciência!

29.9.10

Eu pensava que o Roberto Leal...





... já tinha morrido ou que então lhe tinha dado qualquer coisinha e se tinha reformado, até ter acabado de o ouvir na RTP 1! Brincadeira!
Caro povo, vocês andam para aí a gastar os vossos euros numa caixa de plástico com uma rodela lá dentro para ouvir músicas de um senhor que só nos aumenta a probabilidade de ter cancro auditivo!
Sabiam que este senhor tem três maquinões de alta cilindrada na sua garagem?!? Eu também sou músico e tenho de me contentar com o meu Toyota! Quem pode pode!

Eu disse que o dia de ontem prometia!

Digam-me uma coisa, não acham uma tremenda maldade estarem sempre a chamarem-vos "Oh gordinha" ou "andas a beber muita cerveja" ou "deixa de comer"?! Eu estou grávida e ainda por cima a sensibilidade anda à flôr da pele! Credo! Não há pachorra!!! Eu sei que estou um bocadito mais pesada (é um facto) mas é escusado estarem sempre a lembrarem-me disso e não venham dizer que é brincadeira porque piada não acho nenhuma.
Ontem fui à frutaria e por azar lá encontrei uma senhora que sempre que me encontra lá dispara um "Oh gordinha". Estando eu com uma neura daquelas bem grandes, não tive meias medidas e respondi-lhe com um "escusa de me alertar para um facto que eu constato todos os dias ao espelho"! Fui rude? Talvez... mas com certeza a senhora não voltará a tecer mais comentários destes!
Por educação, não costumo ter este tipo de atitudes mas ontem acordei mesmo com os "azeites"!

28.9.10

E a propósito de Publicidade

Boas ideias dão bom resultado!
Amei o vídeo.


video

Hoje o dia promete!

Hoje acordei cá com uma neura, isto porque o meu querido marido não me deixava dormir! Eu não tenho culpa de andar com o nariz entupido e ressonar um bocadinho! :)
Estou a ver que o dia promete...

27.9.10

The Diogo Beja Show

"Quem não ouve, está a dormir!". Este é o novo spot publicitário da Antena 3 referente ao programa matinal do Diogo Beja Show.
Pergunto-me como é possível tal coisa num período em que se fala de tanta violência conjugal e escolar (ainda por cima numa rádio do Estado, paga por nós, os contribuintes)!
Reparem bem se a moda pega! Daqui a nada andamos todos à estalada! Cheguei mesmo a ler comentários do género "Quando chegar à escola vou pregar alguns estalos a alguns profs.". Não sou nenhum "Velho do Restelo" nem muito conservadora mas os criativos deste spot não devem ter pensado que os pré adolescente e os adolescentes são facilmente influenciáveis!


video

Mais um selinho

Desta vez foi a simpática Mari do blog os dias da mari!




1. Dizer o nome do blogue de onde foi tirado o selo e comentar o mesmo.

os dias da mari

Dizer se alguém tem um valor Super na sua vida, e dizer quem.
Claro que tenho! os meus papás!

3. Se pudesse ter algum Super Poder, qual seria?
Como muita gente gostaria, a Invisibilidade!

4. Passar a três blogues.
Passo a:
Sons de um Coração
Estrelinha Brilhante
Gira aos Quarenta

Este blog faz-me ver e rever, e assim reviver

A A Turista Acidental ofereceu-me um selinho todo giro!




1.Dizer quem ofereceu o selo:
O selo foi oferecido pela A Turista Acidental.


2.Responder a duas perguntas:
2.1.Refere um momento que gostasses de reviver:
O dia da minha Formatura.


2.2.Porquê?
Apesar de trabalhar antes de concluir o curso, o dia da minha formatura foi vivido com muita emoção. Foi o abrir de novas portas para o mundo do trabalho e, felizmente, foi partilhado com duas pessoas muito importantes na minha vida, o meu pai e a minha mãe. Desde esse dia que não me posso queixar com o trabalho que tenho e espero, sinceramente, que assim continue a ser.


3.Reenvia para 5 blogues:
Flames
Avogi
Mami
A Minha essência
O Diário de Miss Blue Eyes

Pensamento da Semana

"Os grandes espíritos sempre tiveram que lutar contra a oposição feroz de mentes medíocres."

Albert Einstein


Mas que grande verdade! Ultimamente, tenho lutado contra algumas mentes pobres de espírito nas quais o ar rarefeito lhes deve ter destruído o descernimento.

24.9.10

Minha querida!

Minha querida, vamos fazer o seguinte tu deixas de dizer mentiras sobre mim e prometo que não conto a verdade sobre ti OK? E faz um favor a toda a gente, deixa-te de "bicos de papagaio" porque isso não te leva  lado nenhum.

22.9.10

Ser pai nos dias de hoje

O testemunho incrível do Pedro Ribeiro (locutor da Rádio Comercial).
Leiam:

O dia em que aprendi o que é estar morto.Hoje, estive morto. Senti que toda a vida se escapava pelo ar que, aflito e a custo, respirava, enquanto as lágrimas eram gritadas, louco no carro, os olhos à procura, à procura, à procura.
Morri, ali.
A minha filha deveria sair da Escola, na Parede, apanhar uma carrinha do ATL e eu ia buscá-la.
O que é que aconteceu? O cartão da escola, que supostamente controla as entradas e saídas dos alunos, valeu zero. Ela saiu, porque viu uma carrinha de ATL e entrou. Era o ATL errado. Ninguém lhe perguntou o nome, não houve uma chamada, nada. Ela entrou com uma colega e só após duas horas de aflição indizível, comigo à procura dela por todo o lado, é que o telefone tocou. De um "After School", a perguntar se eu era o pai de uma Mafalda Ribeiro, que eles tinham, aflita, a pedir para ligarem ao pai. Aliás foi ela que falou: "papá?"
Durante duas horas, morri. Percorri ruas de possíveis percursos, olhei para todas as sombras, parques infantis, supermercados, escola antiga, liguei para os pais de colegas dela, todos os absurdos e horrores passaram pela minha cabeça, chamei o seu nome, entre choro, em ruas e em todos os recantos da escola. Nada. Evaporou-se. Horrível. Uma tristeza, uma aflição, um horror que nunca mais vou esquecer. E quando o telefone tocou e era ela, aquela voz doce da minha princesa, minha vida, meu ar, meu sopro de vida, eu soube o que era renascer. E desfiz-me em lágrimas de novo, e dali até ao tal After School, que teve a minha filha à sua guarda por engano, até ela pedir para ligarem ao pai, levei um segundo e levei toda a vida. Obrigado meu Deus, obrigado! Estacionei às tês pancadas, voei em passo trocado de nervos, pela rua fora, Mafaldinha, Mafaldinha, Mafaldinha, cego de amor aflito, só há descanso e vida quando a abraçar e estiver tudo bem.
Quando a abracei, e ela, agarrada a mim, me disse, apenas: "Olá Papá" eu soube que tinha renascido. E ela também, coitadinha.
Como cartão de visita da nova escola, estou esclarecido. Tantas referências boas e afinal é isto: no primeiro dia, por maioria de razão, deveria existir um ainda mais rigoroso controlo de entradas e saídas, mas quando cheguei o portão estava escancarado, como deveria estar quando a Mafalda viu uma carrinha do ATL a chegar, estava na hora e ela saiu da escola e entrou na carrinha. Ninguém perguntou nada, ninguém fez nada.
E um ATL mete um grupo de crianças numa carrinha, não pergunta nomes, não verifica nada e só ao fim de duas horas é que, perante a aflição de uma criança de 10 anos a pedir para ligarem ao pai é que se acaba com este horror?
Quando penso na forma como desaparecem crianças, para sempre, todos os dias, penso que esses pais e filhos terão sentido isto, e muitos, mesmo sobrevivendo, morreram para sempre.
Eu tive a sorte de poder renascer.
E sei que, a partir de hoje, ganhei uma nova causa: fazer tudo o que estiver ao meu alcance para contribuir para uma Escola responsável, atenta, segura, onde os nossos filhos aprendem e podemos, enquanto pais, estar descansados.
Quando depois desta tarde de horror, fui buscar o pequeno Gonçalo ao colégio e ele me disse, comprometido, "Papá, parti os óculos a jogar à bola" eu disse para mim: que importância é que isso tem? Nenhuma, realmente, não tem nenhuma importância.
Não podia dizer-lhe que o pai hoje tinha aprendido o que é morrer, e tinha tido a bênção de poder nascer de novo.

20.9.10

A A Turista Acidental lançou um desafio. Tenho de dizer cinco factos sobre mim e dez coisas de que gosto.

Então aqui vai:

Cinco factos sobre mim:

1. Detesto bananas

2. Sou melómana (pois… sou músico!)

3. Sofro de Onicofagia (para quem não sabe há que procurar um dicionário)

4.Em criança queria ser bombeira (este verão até que precisavam de mim)

5. Não gosto de praia


Dez coisas de que gosto, não necessariamente por esta ordem:

1. Do meu marido. Apoio fundamental na minha vida há oito anos

2. Ler. Adoro ler e adoro livros.

3. Comer.

4. Da minha família. Amo os meus pais de coração.

5. Zapping. Adoro passar horas na net a pesquisar.

6. Aulas. Sim! Adoro dar aulas e os meus alunos (quase todos vá lá!).

7. Escrever. Tenho alguns poemas que poucos leram.

8. Violino. Adoro violino e violinistas.

9. Primavera. É a minha estação do ano preferida.

10. Xutos e Pontapés. Adoro, amo a música destes senhores. E o meu pequeno S. também não se queixa!


Diz que tenho de passar este desafio a sete Primaveras. Pois… contemplo todos os que o quiserem levar mas façam o favor de avisar para eu espreitar.

Porque casamos?

Estes dias questionaram-me porque tinha eu casado, “Ah, mas porquê?”, “Ah és tão nova” “por que não te juntas? Poupas dinheiro” ou então “espera até teres a vida a jeito”. O que é ter a vida “ a jeito”? O ser humano é bastante insatisfeito, quando tem bom salário quer sempre ganhar mais, se tem carro quererá sempre um melhor, assim nunca teria a vida “a jeito”! O casamento é a união de duas pessoas que se amam e não apenas a união de bens, ou lá o que isso é. O que mais me espanta é que se eu dissesse que tinha casado porque estava grávida certamente iriam achar normal. Acho que o mundo prega tanto a liberdade sexual que as coisas certas e tão lindas como o casamento (pelo menos para mim) ficaram “fora de moda”.
Tive uma boa vida de solteira, namorei muito sim, com altos e baixos, muitos desgostos e muitas alegrias e que me lembre era feliz assim. Até que a insatisfação se instalou. Queria mais do que isso. Queria uma aliança no dedo e tudo o que isso implica. Queria acordar ao lado dele todos os dias. Queria um dia especial só para nós. Ele é uma pessoa que me conquista todos os dias (com tudo de bom e de mau), é o meu melhor amigo, o que atura as minhas birras e o que me faz todas as vontades. Uma pessoa com um coração do tamanho do mundo. É a minha alma, a minha vida. Passados tantos anos (sete de namoro e um de casados) ainda consegue pôr o meu estômago com borboletas. É o único que anseio até ouvir a chave a entrar na porta. Quando me passa pela cabeça que um dia posso perde-lo, o meu coração dá um nó e, se tiver oportunidade, abraço-o com tanta mas tanta força pois já não me imagino sem ele.
Não vou deixar de crescer só porque casei, antes pelo contrário, é um novo passo no caminho para a maturidade. Uma decisão séria e um caminho com algumas (muitas talvez) dificuldades, mas é uma bênção de Deus e a chegada do nosso pequeno S. só mostra todo o amor que sinto pelo meu marido. Talvez o meu amor não seja maior do que os outros, mas é o meu Amor e foi por isso que casei. Sonhei tanto com um homem como ele que ainda hoje me custa acreditar que o encontrei e… não quero perde-lo nunca. Só com ele é que tudo faz sentido.

Happy Birthday Violin Variations

Nunca pensei que se pudesse tocar o "Parabéns" de 1001 maneiras! E com uma qualidade sonora incrível!
Ora vejam:

http://www.youtube.com/watch?v=xvAxdJBabBM
 ‎"Não me chames cão. Não mereço tão alta distinção. Não sou tão fiel nem tão leal... apenas sou um humano!!!"

Anónimo

17.9.10

Pensamento do Dia

Qualquer dia falo bem da minha sogra... (o meu marido que não leia isto!)

Aulas e alimentação

Bem... este ano lectivo (pelo menos parte do que eu aguentar) vai ser difícil em termos de alimentação. Se não estivesse grávida era uma coisa mas estanto a "coisa" vai ser complicada. Este ano lectivo à 6ª feira entro às 08h30 e saio às 13h30 e tenho apenas 15min para almoçar, pois torno a entrar para a sala de aulas às 13h45! Claro, depois acabo por comer aquelas porcarias do bar. Não sei o que fazer... talvez opte por levar uma sopinha e uma sandes de casa e almoce na sala. Ir à cantina com semelhante fila é que está fora de questão.
No entanto, o meu pensamento se está a fixar numa coisa destas:




Quando o meu pequeno S. nascer isto é das primeiras coisas que vou comer! LOL


15.9.10

Análises

Mas porque será que tirar sangue para análises me custa tanto?
Hoje ia tendo um "piri paque" no hospital! Eu sei que não tenho boas veias e que são difíceis de encontrá-las e blábláblá mas fogo... até chorei! Acreditam que a enfermeira me espeta aquela coisa medonha à qual chamamos agulha e não sai nem uma gotinha?!? Então a sra. põe-se a escarafunchar o meu bracinho, eu a chorar, a bater com os dedos dos pás no chão, a entrar em paranóia, a enfermeira já toda suada até que... finalmente a veia consegue largar um sanguito para uns míseros CINCO tubos!
E como se não bastasse todo este sofrimento, tive de beber uma coisa horrorosa (para medir os níveis de glicemia), esperar uma hora e tornar a ser picada para mais uns dois tubinhos!
Já é a segunda vez que passo por este processo e a enfermeira entusiasmou-me tanto que me disse que não iria ser a última vez! Que bom! Dei pulos de alegria, como devem calcular :S
Ahhh... já me esquecia! Fiquei com uma pisadura enorme em cada braço para variar.


Depois de uma manhã destas, com dores nos braços, ter daqui a pouco uma reunião de professores no Conservatório, chegar a casa ao fim da tarde e ter de passar a ferro... ui ui! O resto do dia promete! 

13.9.10

Que vontade que tenho em ir trabalhar amanhã... :S e acabar o dia com uma reunião rsrsrsrsrsrs

"A gordura localizada não tem mal nenhum desde que essa gordura seja localizada no corpo dos outros"

Bem, começo a sentir que toda a gordura do mundo se localiza no meu corpo.
32 semanas de gestação e com mais 13 Kg. :S

10.9.10

Não há opiniões estúpidas, há apenas estúpidos que opinam.


Como eu conheço alguns estúpidos, as suas opiniões tornam-se por si só estúpidas!

8.9.10

Tenho cada vez mais dificuldades em lidar com pessoas "burras". E quando digo "burras" não digo ignorantes (felizmente, não nascemos ensinados!) mas sim pessoas que não são capazes de entender mensagens básicas.
Ainda ontem pedi a uma certa pessoa que quando fosse à padaria me trouxesse uma baguete das pequenas e se não houvesse que trouxesse três pães. Mas então por que raio me trouxe uma baguete das grandes e não os pães já que não havia baguete das pequenas?!? Resumo, a pessoa em causa tinha percebido para levar três pães caso não houvesse baguetes seja qual fosse o tamanho! LOL
Mas será que eu falo chinês? Ou será que as mulheres é que são complicadas?
Credo...

6.9.10

Estou farta de falsos amigos :(
"Há pessoas tão aborrecidas que nos fazem perder um dia inteiro em cinco minutos."

Jules Renard


Infelizmente, conheço algumas e bem perto de mim.

3.9.10

Pai desesperado

Coitado do senhor! Pai sofre!

video

2.9.10

De volta ao trabalho




Pois é!
Ontem tive de me apresentar ao serviço no Conservatório e que grande confusão que vai! Com os novos cortes na educação, todos nós (os professores) vamos ser afectados de uma maneira ou de outra. Quem quer aumentar o horário lectivo e quem agora entrar neste sistema de ensino tem muitas razões para se preocupar, pois a contratação de novos professores já teve melhores dias (pelo menos na minha área). Felizmente, este ano efectivei e tenho o meu horário (33h) garantido mas tenho pena de alguns colegas meus que se encontram em situações bem mais complicadas.
Mas que raio de Governo temos nós que incentiva e apoia financeiramente o ensino articulado e chega-se a um novo ano lectivo e diz que já não apoia os novos alunos?! Eu sei que tem de haver cortes no orçamento mas retirar apoios à educação e à saúde é que não acho viável.
Srs. Ministros que tal reduzirem à vossa luxuosa frota de carros? Não têm necessidade de andar com altas máquinas! Nós não somos a Dinamarca, a Alemanha ou mesmo a Noruega, nem para lá caminhamos.
Que tal extinguir os governos civis? Estes têm vindo a decrescer desde a sua criação. No início, representavam o governo central e coordenavam todos os serviços do Estado localizados em qualquer distrito. Actualmente, funcionam como uma simples delegação do Ministério da Administração Interna. Entre as funções de um governo civil encontram-se a emissão de passaportes, a segurança pública, a protecção civil e a gestão de processos eleitorais. Será que estes serviços não podem ter o seu representante nas autraquias locais? Actualmente, não se justifica a existência dos Governos Civis, constituindo um desperdício de dinheiro público e uma forma de manter o clientelismo partidário. 

E eu que não gosto de política... mas há coisas que me enervam.