15.9.10

Análises

Mas porque será que tirar sangue para análises me custa tanto?
Hoje ia tendo um "piri paque" no hospital! Eu sei que não tenho boas veias e que são difíceis de encontrá-las e blábláblá mas fogo... até chorei! Acreditam que a enfermeira me espeta aquela coisa medonha à qual chamamos agulha e não sai nem uma gotinha?!? Então a sra. põe-se a escarafunchar o meu bracinho, eu a chorar, a bater com os dedos dos pás no chão, a entrar em paranóia, a enfermeira já toda suada até que... finalmente a veia consegue largar um sanguito para uns míseros CINCO tubos!
E como se não bastasse todo este sofrimento, tive de beber uma coisa horrorosa (para medir os níveis de glicemia), esperar uma hora e tornar a ser picada para mais uns dois tubinhos!
Já é a segunda vez que passo por este processo e a enfermeira entusiasmou-me tanto que me disse que não iria ser a última vez! Que bom! Dei pulos de alegria, como devem calcular :S
Ahhh... já me esquecia! Fiquei com uma pisadura enorme em cada braço para variar.


Depois de uma manhã destas, com dores nos braços, ter daqui a pouco uma reunião de professores no Conservatório, chegar a casa ao fim da tarde e ter de passar a ferro... ui ui! O resto do dia promete! 

5 comentários:

Anita disse...

A vida é mesmo assim...
Mas pensa que é para teu bem e do S. :)

Beijocas*

Mami ( Sónia ) disse...

Também detesto fazer analises, e quando fiz essas da gravidez fiquei com os dois braços negros parecia que andava a meter nas veias!
Vais ver que tudo isso vai valer muito mais tarde!!!!
Beijinhos

Mariana & Roberta disse...

Obrigada pelo teu comentário.
Foi bastante pertinente e concordamos contigo...realmente é MAIS um história de adolescentes...

Uma óptima semana :)

A Minha Essência disse...

Faz parte do teu estado, mas compreendo o teu stress porque sofro do mesmo... :P

Beijo

Mariana & Roberta disse...

Mais uma coisa: partilho da tua dor pois nunca me esqueço de um episódio (devia eu ter os meus 6 ou 7 anos) em que para tirar sangue para fazer análises tive que aguentar que me "furassem" todo o braço esquerdo para no fim chegarem à conclusão que no direito seria muito mais fácil...

Beijos