22.11.12

" Ele de facto parecia-me magrinho... mas como não se queixava ..."

"Mulher detida por ter relações sexuais com esqueleto

Uma mulher sueca de 37 anos, com tendências necrófilas, manteve, durante anos pelo menos seis caveiras, um esqueleto e um “vastos número de outros ossos” em casa. Alegadamente, terá mantido relações sexuais com os restos humanos.
Tudo estava guardado num compartimento secreto da sua moradia, bem como fotografias de morgue e dois CD com os títulos ‘A minha necrofilia’ e ‘A minha primeira experiência’.
De acordo com o jornal ‘The Sun’, a suspeita vive em Gutemburgo e foi acusada esta terça-feira de profanação de cadáver. Está detida desde Setembro.
O julgamento vai arrancar na próxima semana e a arguida arrisca uma pena máxima de dois anos de prisão se se considerar culpada.
“Quero o meu homem como ele é, seja morto ou vivo. Ele deixa-me arranjar felicidade sexual ao seu lado”, escreveu a suspeita num forum online."
 
 
 
In Correio da Manhã
 
 
 
Agora pergunto:
 
Como é que ela dava com o dito cujo no meio de tantos ossos?

6 comentários:

Só sedas disse...

Ai a minha pergunta não é essa! Como é que aquilo não se descompunha? Mantinha o morto no frio? Quecava com ele gelado? Que coisas estranha... ahhah!

S* disse...

ahahah oh menina, eu nem pergunto como ela dava com o dito cujo... o dito cujo não é feito de osso, portanto não sei como aquilo funcionava.

Vera, a Loira disse...

Credo... o dito cujo já não existia, talvez fosse confundido com algum osso.

meninaluaprimavera disse...

Vera,
talvez tivesse confundido com o fémur ou o perónio!são grandes!

Karina sem acento disse...

Há com cada uma, ahahahah
Isto é que é caso para dizer que ela gostava de saco de ossos :P

Mariana & Roberta disse...

Isto é, no mínimo bizarro...e ainda achamos que as nossas "neuras" são anormais.