22.8.10

A minha cantora preferida é... a minha mãe!

Fala-se muito da importância da música no desenvolvimento dos bebés, mesmo quando dentro da barriga da mãe. Nesta fase, os sons, principalmente a voz da mãe, têm uma importância primordial. O bebé no último trimestre já tem o sentido da audição bem desenvolvido e não só ouve os ruídos do corpo da mãe, como a voz desta, a voz do pai e a música ambiente.
O tipo de música que a mãe ouvir durante o período de gestação vai ajudar a que o bebé reconheça, posteriormente, esses sons e pode mesmo associá-los à alimentação ou a uma situação de bem-estar, ou seja, irá ajudar a traquilizar e a acalmar a criança em períodso de maior stress.
Agora... que tipo de música ouvir?
Estudos revelam uma preferência pela música clássica, principalmente Mozart e Vivaldi, em detrimento de outros géneros músicais. É certo que Mozart e Vivaldi usam ritmos constantes e de fácil aproveitamento nas suas obras mas também o Pop, o Rock ou mesmo o Jazz cativam e estimulam o desenvolvimento neural do bebé. Contudo, outros estudos revelam que nenhum género musical consegue alcançar o grau de eficácia como a voz materna. Quando a mãe canta para o bebé, esta está a criar um vínculo muito mais forte com o filho e uma melhor evolução em termos de desenvolvimento. Embora a música clássica, pop ou rock seja mais rica e acabe por estimular mais em termos neuronais, o bebé reage com maior prazer ao canto da mãe.
Pessoalmente, e devido à minha profissão, acabo por ter uma parte mais técnica enriquecida pela música clássica e outra parte mais emocional e afectiva quando passo as minhas aulas a cantar! Já reparam que um bocadinho das duas é bom?

Eis algumas sugestões:
A Atxilipu e a Dwitza são duas editoras direccionadas para os bebés. A primeira editora tem concebido CD's especialmente para relaxar e estimular o desenvolvimento cerebral do bebé com as edições "Lovely Sleepy Baby" e "Lovely Baby".



O conceito da segunda editora está subordinado à ideia dos pais poderem partilhar com os mais pequenos as suas músicas favoritas de forma confortável e pouco intrusiva. Com a colecção "Rockabye Baby" encontraremos U2, Rolling Stones, Beatles, Pink Floyd, ente outros. Simplesmente genial!


3 comentários:

Anita disse...

O contacto com a música é essencial e especial.
Tenho a certeza que o S. não vai ter problemas com isso :)

Beijinho*

Mami ( Sónia ) disse...

A Sofia quando estava cá dentro reagia sempre ao Xutos lol eu achava um piadão porque eu sou fã deles e o que é certo quando os ouviu a primeira vez cá fora já com um ano e tal fartou-se de dançar :)
Alias ela adora musica!
Beijinhos

Mariana & Roberta disse...

Post muito bonito e interessante :)